Regiões Norte - Noroeste e Lagos do Estado do Rio de Janeiro

Deus seja louvado!

Notícias Itaperuna

Itaperuna: equipe de Educação em Saúde realiza palestra na Escola Lincoln

Escola Municipal Lincoln Barbosa de Castro recebeu a equipe de Educação em Saúde da CVAS (Coordenação de Vigilância Ambiental em Saúde)

Itaperuna: equipe de Educação em Saúde realiza palestra na Escola Lincoln
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

 

A equipe da CVAS vem realizando palestras, além de atividades educativas e informativas em escolas da Rede Municipal de Ensino. Dentre as principais ações mostrar de maneira prática e simples, como evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika.

De acordo com Adriano Rodrigues, coordenador da CVAS, o trabalho de informação e educação é um forte aliado na guerra contra o Aedes aegypti.

“Levar uma informação de qualidade, além de realizar esse trabalho de educação na base, junto a crianças e adolescentes; é fundamental na guerra contra o mosquito. Temos uma equipe de Educação em Saúde que visita escolas, unidades de saúde, realiza ações na feira livre e em outros espaços. É um trabalho que está sendo muito requisitado, principalmente, nas unidades escolares”, diz o coordenador.

10 MINUTOS SALVAM VIDAS!
Basta uma simples vistoria no quintal de 10 minutos por semana, para ajudar no combate ao mosquito.

Estas ações podem salvar vidas: tampe as caixas d’água; mantenha as calhas sempre limpas; deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo; mantenha as lixeiras tampadas; deixe ralos limpos e com aplicação de tela; limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia; limpe com escova ou bucha, os potes de água para animais; dentre outras ações. 

Para outras informações, solicitação de atendimento específico, dentre outras questões relacionadas ao setor, dirija-se à Coordenação de Vigilância Ambiental em Saúde, no Centro de Saúde Dr. Raul Travassos.

O e-mail do setor – [email protected] – é outra forma de contato. Você ainda pode se dirigir à UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima de sua residência e relatar algum problema ao agente comunitário de saúde, que ele passará a informação à Coordenação da Vigilância Ambiental em Saúde.

 

FONTE/CRÉDITOS: DECOM - Itaperuna
Comentários:

Veja também