Região Norte Fluminense | Notícias Noroeste Fluminense | Entre Cidades

Deus seja louvado!

Notícias Geral - Entre Cidades

Empresários da certificação digital discutem gestão de negócios em SP

O 3º Encontro das Autoridades de Registro do Brasil – Encontr[AR] também apresentou temas como recursos humanos, novas tecnologias, inovação e experiência com o cliente

Empresários da certificação digital discutem gestão de negócios em SP
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Autoridades de Registro da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil) de todo o país se reuniram, no último dia 24 de agosto, no Colégio Maria Imaculada, em São Paulo, para discutir temas que impactam o cotidiano de suas empresas, especialmente em um cenário pós-isolamento social devido à pandemia de Covid-19.

Segundo Edmar Araujo, presidente-executivo da Associação das Autoridades de Registro do Brasil (AARB), organizadora do evento, o mercado não se reúne presencialmente há 3 anos e esta foi a oportunidade de se reencontrar e trazer as experiências deste período.

“Foi importante relatar os impactos trazidos pela pandemia como, por exemplo, a experiência do usuário da certificação digital nas relações de consumo e os impactos psicológicos e emocionais, especialmente nos profissionais que atuam no atendimento ao público, e como o uso da tecnologia transformou a relação entre as pessoas”, disse.

Segundo o dirigente, o dia da realização do 3º EncontrAR, 24 de agosto, foi escolhido devido à data da edição da última versão da Medida Provisória 2.200-2, 24 de agosto de 2001, legislação máxima da certificação digital ICP-Brasil.

Experiência do cliente

O que nos permite ser melhor que a concorrência e obter a preferência dos nossos clientes? Qual a diferença entre nós e nossos concorrentes? Por que o cliente pagaria a mais?

Estas foram algumas questões provocadas por Miguel Feyo, co-fundador do Instituto Brasileiro de Transformação Digital – IBTD, durante a palestra “Como as Autoridades de Registro podem fazer entregas de valor?”.

Segundo ele, os modelos atuais, baseados em produtos e serviços, não conseguem mais gerar fluxo de caixa positivo no futuro. É preciso evoluir para uma maior agregação de valor por meio de ecossistemas voltados para os clientes. “Você nota que os associados da AARB estão sedentos de novos insights, de novas informações para repensar o atual modelo de negócios. Todos nós sabemos da situação que o nosso mercado enfrenta, com o aumento exponencial dos concorrentes, por isso precisamos gerar maior valor para nossos clientes”, disse Feyo.

Motivação

Quais são os efeitos psicológicos, sociais, afetivos que as pessoas trouxeram na pós-pandemia? Esta é uma das grandes preocupações das empresas. Segundo pesquisa do Instituto Ipsos, realizada de forma virtual entre os dias 29 de novembro a 16 de dezembro de 2021 com 1.014 colaboradores de empresas, 1 em cada 5 profissionais está insatisfeito com o desequilíbrio entre vida pessoal e profissional.

“A gestão de pessoas já é um desafio por si só, agora ficou um pouco mais complicado com esta diversidade de demandas que as pessoas têm e a ameaça que sempre paira com novas pandemias”, disse a professora Jaqueline Arruda, consultora especialista em Gestão do Desempenho Humano, durante a palestra “Como motivar equipes e ajudar colaboradores no retorno ao presencial”.

Segundo a profissional, a melhor forma de se desenvolver em gestão de pessoas é o autoconhecimento. “No momento em que eu me conheço melhor e eu consigo gerir melhor o meu comportamento, aí sim eu posso me aventurar e ajudar a motivar outras pessoas”. Para ela, as novas tecnologias são muito úteis, mas é preciso atenção. “Elas podem promover uma evolução, mas também podem ser usadas para involuir as pessoas. O conhecimento é o que nos ajuda a usar o melhor potencial da tecnologia”, disse Arruda.

Inovações 

Ao final do encontro, o painel “Novas tecnologias, inovação e disrupção” apresentou as novidades tecnológicas que poderão impactar na gestão das empresas e clientes. Mediado por Edmar Araujo, o jornalista especializado em tecnologia Thássius Veloso e a publicitária e diretora de conteúdo do Portal CryptoID, Regina Tupinambá, debateram sobre as perspectivas das inovações advindas do 5G, em especial no avanço da Internet das Coisas (IoT).

Tupinambá ressaltou a importância da criptografia na segurança das redes móveis, principalmente em um cenário em que o 5G impulsionará novos serviços como, por exemplo, os dispositivos IoT aplicados na medicina.

“A rede 5G trará muitos benefícios para o setor da saúde, seja para as consultas de telemedicina e as tele cirurgias, mas para isso os equipamentos precisaram estar identificados e usar a criptografia, caso contrário poderá por em risco a vida de seus usuários.”

No campo da identificação digital a publicitária citou que a ICP-Brasil é um exemplo mundial em termos de conveniência, segurança e aplicabilidade tanto é que a PKI - Public Key Infrastructure brasileira já foi citada pelo Senado dos Estados Unidos como um modelo para identidades digitais.

“O Brasil tem um potencial e um case de sucesso na segurança das transações digitais entre empresas, pessoas e máquinas. Nenhuma outra tecnologia cumpre o papel dos Certificados Digitais ICP-Brasil”, ressaltou.

Para Thássius Veloso, a transformação digital vem com força e já é uma realidade para muitas organizações, mas antes elas precisam parar e analisar cada uma delas. “É ver o que está disponível em termos de solução e separar ‘o joio do trigo’ para determinar ‘isso a gente vai investir, isso faz sentido para a nossa realidade’. É desta maneira que vamos atuar a partir de agora para sermos mais convenientes e mais velozes prestando serviços”, disse.

“Uma tendência de todo e qualquer segmento é tentar entender como será o metaverso, como será sua atuação e também torná-lo um local de negócios, de empreendimento, de salário e de renda”, lembrou o presidente da AARB.



Website: http://www.aarb.org.br
FONTE/CRÉDITOS: DINO
Comentários:

Veja também