O Seu Portal De Notícias !

Deus seja louvado!
Supermercados Fluminense
Supermercados Fluminense

Notícias Noticia em Destaque

Pesquisadores da USP estudam longevidade de idosa de 119 anos do RJ

Núcleo trabalha na temática do envelhecimento há mais de 10 anos e acompanha a saúde de Dona Deolira Glicéria Pedro da Silva

Pesquisadores da USP estudam longevidade de idosa de 119 anos do RJ
Lili Bustilho/ Inter TV
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Pesquisadores do Centro de Estudos do Genoma Humano e Células-tronco da Universidade de São Paulo estudam a idosa de 119 anos que vive em Itaperuna, no Noroeste Fluminense. Os cientistas buscam entender qual é o segredo da longevidade.

O núcleo já trabalha na temática do envelhecimento há mais de 10 anos e acompanha a saúde de Dona Deolira Glicéria Pedro da Silva há mais de um ano. Os pesquisadores avaliam as questões biológicas e genéticas no envelhecimento.

Segundo Mateus Vidigal, um dos biólogos responsáveis pela pesquisa, apenas dezenas de pessoas passam dos 110 anos.

Continua depois da publicidade

Leia Também:

Dona Deolira mora atualmente com a filha de 83 anos e as duas netas.

O geriatra Juair de Abreu Pereira acompanha a saúde de dona Deolira e afirma que a única dificuldade dela é se locomover.

O médico da idosa está juntando os documentos para inscrevê-la no Guinness Book, o livro dos recordes, como a pessoa mais idosa do mundo. A posição é atualmente ocupada pela espanhola María Branyas Morera, de 117 anos.

FONTE/CRÉDITOS: Band News
Comentários:

Venha fazer um Bom Negócio!

Cadastre-se agora!