Regiões Norte - Noroeste e Lagos do Estado do Rio de Janeiro

Deus seja louvado!

Notícias Geral

O que é rebranding e quando ele é uma boa estratégia?

Especialista explica o que é rebranding, sua importância para o sucesso comercial de um negócio e como utilizar ferramentas e estratégias para gerar repercussão interna e externa

O que é rebranding e quando ele é uma boa estratégia?
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Há momentos em que uma empresa precisa parar e reavaliar a sua identidade e a possibilidade de mudança. Isso pode ocorrer por diversos motivos, seja para alcançar novos clientes, para comunicar novas estratégias comerciais ou mesmo para se recolocar no mercado com uma nova roupagem. Para tais momentos de inflexão, há uma conhecida estratégia de marketing, que pode ser adotada de forma assertiva: o rebranding.

 

Para Lila Lacerda, head de marca da Azos, o rebranding pode ocorrer quando uma organização decide rever e alterar alguns elementos, como denominação, logotipo e design, entre outros componentes, para formar uma nova identidade de sua marca. Mas para além da questão estética, tal conceito também diz respeito ao reposicionamento ou mudança de estratégia de marca.

“O rebranding é importante para o sucesso comercial de uma empresa, uma vez que marca e negócio crescem juntos”, afirma. “A marca alavanca as vendas e deixa a jornada de contratação mais eficiente. Por isso, construir uma marca consistente, ser reconhecida e percebida como uma marca confiável é o ponto de partida para todas as outras frentes da empresa, principalmente para a atuação comercial”, complementa, ressaltando que, em determinados momentos de sua trajetória comercial, uma empresa deve optar pelo processo de rebranding. 

Processo de rebranding demanda ferramentas e estratégias

De acordo com Lila, o rebranding não é uma tarefa superficial, mas um processo que passa por diversas etapas. Para começar, é realizado um trabalho profundo de questionar e rever toda a estratégia da marca a partir da estratégia de negócio da empresa.

Além disso, são verificados elementos, como contexto de mercado, diagnóstico, públicos, entregas funcionais e diferenciação. “Tudo é repassado até que fique claro qual é o desafio que a mudança de marca precisa responder, seja conceitual, verbal ou visualmente”, afirma.

Rebranding tem repercussão interna e externa

A head de marca da Azos destaca que uma marca bem posicionada deixa claro as conexões que a empresa quer criar. “Por meio da marca, os clientes, corretores e colaboradores sabem com quem estão se relacionando - a chamada repercussão externa”, explica.

“Por outro lado, internamente, a adoção da estratégia faz com que a marca também traga clareza sobre os desafios para que todos olhem para o mesmo lugar. Para o branding ser bem feito, todos precisam estar na mesma página”, resume.

Para mais informações, basta acessar: https://www.azos.com.br/



Website: https://www.azos.com.br/
FONTE/CRÉDITOS: DINO
Comentários:

Veja também