Região Norte Fluminense | Notícias Noroeste Fluminense | Entre Cidades

Deus seja louvado!

Notícias Geral - Entre Cidades

Estratégias de marketing para redes sociais influenciam novos negócios

É interessante acompanhar a evolução dos brasileiros que adoram curtir, comentar, visualizar e compartilhar conteúdo na web. E o impacto das redes sociais não se restringe somente ao perfil pessoal. As empresas também têm marcado presença nos canais para interagir com os consumidores

Estratégias de marketing para redes sociais influenciam novos negócios
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

É interessante acompanhar a evolução dos brasileiros que adoram curtir, comentar, visualizar e compartilhar conteúdo na web, e o impacto das redes sociais não se restringe somente aos perfis pessoais. As empresas também têm marcado presença nos canais para interagir com os consumidores. Muitas marcas precisaram se esforçar e mudar a direção, estando presentes na web, para manter a visibilidade e garantir as vendas.

De acordo com a 9ª edição da pesquisa “O Impacto da Pandemia de Coronavírus”, elaborada pelo Sebrae em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), sete em cada dez empresas já atuam nas redes sociais, aplicativos ou internet para impulsionar as vendas. Em maio, bem no início da pandemia, esse percentual era de 59%.

“Com as restrições de isolamento, de acordo com o Sebrae, os micros e pequenos negócios se viram obrigados a inovar e principalmente mudar a forma de venda e de divulgação do seu negócio. A internet se tornou uma aliada na sobrevivência de inúmeros negócios no Brasil”, afirma Tarsila Moratelli, CEO da empresa TriLike Marketing e Tecnologia.

O WhatsApp se mantém como a plataforma preferida pelos empreendedores que se inseriram no mundo virtual para realizar negócios. Instagram e Facebook ficaram como segundo e terceiro lugar, respectivamente.

Mas porque as empresas precisam estar nas redes sociais?

Ganhar visibilidade, autoridade e interagir com o público-alvo são alguns dos motivos mais relevantes. Além disso, conta ponto na tomada de decisão o fato de a concorrência já estar nesse meio.

Afinal, estar presente nos canais de comunicação serve como um termômetro de como o público enxerga a marca divulgada. Quando o leitor está satisfeito, usa o espaço para divulgar espontaneamente o produto ou serviço.

“Uma estratégia eficaz e assertiva nas redes sociais faz com que a sua empresa tenha credibilidade frente a concorrência. É possível converter leads em clientes pelas mídias sociais", afirma a CEO da TriLike Marketing e Tecnologia, Tarsila Moratelli.

O marketing é a alma do negócio

O marketing bem estruturado gera potenciais clientes e fideliza os já existentes. Isso acontece porque, quando se cria estratégias de divulgação e elabora mecanismos que engaja a empresa, surtirá informações valiosas de potencialização dos resultados.

Mas, entender que não é só criar uma conta no Instagram, Facebook e LinkedIn e sair postando, já é um grande passo. É preciso elaborar todo um planejamento estratégico e posicionar a empresa de forma efetiva.

É necessário pensar em conteúdo de qualidade e relevância para os consumidores, fazer um acompanhamento de métricas e um gerenciamento eficaz.

“Quando presente nas redes sociais, o engajamento com a marca aumenta, consequentemente. Com isso, as pessoas entendem que podem ter um relacionamento diferenciado com a empresa, começam a interagir, reagindo, opinando, elogiando ou até mesmo criticando as ações daquela empresa. Isso é ótimo para perceber o que está ou não agradando as pessoas para que mudanças sejam feitas”, afirma Tarsila Moratelli.

Riscos e erros das empresas nas redes sociais

Dentre os diversos erros mais comuns, no marketing, cometidos pelas empresas, o principal é a falta de constância na produção, publicação e compartilhamento de conteúdo nas mídias sociais. É preciso considerar e comparar a atuação nas redes como uma rotina de exercícios físicos: deve haver constância e regularidade para alcançar resultados.

A marca precisa trabalhar com um planejamento estratégico de conteúdo. E é aí que as empresas cometem outro erro: não realizam o planejamento e não trabalham estrategicamente a produção de conteúdo. Com isso, a constância e a coerência da marca podem ser afetadas.

Outro erro, que comumente acontece, é a falta de adequação da linguagem ao público, pois muitas delas não pesquisam sobre os seus potenciais clientes, muito menos estreitam interações assertivas com eles.

E como atuar bem nas redes sociais?

Primeiro, estar antenado como a mudança nas redes acontece e atuar na velocidade que elas estão. Se essa atuação e atendimento ao cliente não forem rápidas, o consumidor irá buscar a solução de suas demandas na concorrência.

Traçar estratégias que pretende, seja no planejamento de conteúdo, na organização de processos ou nas operações e conhecer o público-alvo, é fundamental para vender corretamente o produto ou serviço, identificando seus medos e necessidades para que o posicionamento seja assertivo.

Não utilizar somente conteúdos institucionais, faz parte da estratégia. Gerar valor ao produzir uma postagem, fazendo com que agregue autoridade ao estilo de vida do consumidor.

A estratégia é focar na melhor rede social, que é onde o cliente ideal está. “A relevância de uma empresa nas redes sociais está mais ligada ao engajamento do seu perfil com o público do que com o volume de seguidores”, afirma Tarsila Moratelli.

O sucesso de uma marca na internet pode ser medido por meio do engajamento que a empresa mantém com a persona, pois é esse engajamento qualificado que elevará as taxas de vendas.

Para mais informações, basta acessar: www.trilike.com.br



Website: https://trilike.com.br
FONTE/CRÉDITOS: DINO
Comentários:

Veja também