Região Norte Fluminense | Notícias Noroeste Fluminense | Entre Cidades

Deus seja louvado!

Coluna/Opinião

Dieta & Reeducação Alimentar.

Dieta & Reeducação Alimentar.

Dieta & Reeducação Alimentar.
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

 

Olá, meus queridos leitores, gostaria de partilhar com vocês nessa nossa primeira conversa algo presente constantemente no nosso vocabulário de nutricionista: DIETA.

Ainda que a “Dietética” seja uma disciplina da nossa graduação em Nutrição que estuda e aplica os princípios e processos básicos da Ciência da Nutrição no organismo humano, permitindo o planejamento, a execução e a avaliação de dietas adequadas as características biológicas, socioeconômicas, culturais e psicológicas dos indivíduos, conforme salientou Philippi (2006), o termo ganhou novas significações, geralmente negativas. 

  Atualmente,  emprega-se o termo DIETA para se referir a uma lista de restrições alimentares com o objetivo de perder peso a qualquer custo, cortando drasticamente alguns alimentos, muitas vezes sem o acompanhamento de profissionais da nutrição, valendo-se de “dietas” prontas, totalmente aleatórias que não levam em consideração as características biológicas, socioculturais de cada pessoa, ocasionando muitas vezes doenças e o famoso “efeito sanfona”, ou seja, emagrece por um curto espaço de tempo e, depois volta a engordar novamente. 

 Ao contrário, quando utilizamos o termo REEDUCAÇÃO ALIMENTAR não estamos visando o curto prazo, um emagrecimento a qualquer custo e grandes restrições alimentares que acabam por gerar um sentimento de culpa quando não é alcançado, mas uma mudança de hábito, um novo estilo de vida. 

    Desse modo, nesta respectiva, o processo de reeducação alimentar não busca restringir drasticamente alguns alimentos, mas conscientizar o paciente da necessidade de um estilo de vida mais saudável, repleto de atividade físicas, com alimentos mais naturais, bastante água, menos bebida alcoólica, de modo a se sentir satisfeito com o próprio corpo e mais disposto. 

    Por isso, é importante o acompanhamento com o profissional de nutrição –o nutricionista – pois ele que passará uma “dieta” adequada ao seu biótipo, dentro da sua cultura alimentar, de modo que alcance seus objetivos e leve uma vida mais saudável.  Um forte abraço e até a próxima! 

 

FERNANDA SANCHES FERREIRA 

NUTRICIONISTA

CRN: 10100325

 




FONTE/CRÉDITOS: PHILIPPI, S. T. Nutrição e Técnica Dietética
Comentários:

Veja também